Afinal de contas, o que é Presbiopia?

Trata-se a piora normal da visão ao longo dos anos com o avançar da idade, onde os olhos vão lentamente perdendo a capacidade de focar objetos bastante próximos. A condição também é conhecida como vista cansada, e começa geralmente aos 40 anos de idade, e nenhuma pessoa a partir dessa idade estará imune ao problema em algum grau.

O que causa a Presbiopia?

Como já citado anteriormente, trata-se de um processo de envelhecimento natural do corpo. Com o passar dos anos, o cristalino, que muda sua forma para melhorar o processo de focalização das imagens e possui uma estrutura parecida a de uma lente, passa a não se adaptar mais da melhor forma a focalização da imagem, o que prejudica a visão de perto.

No entanto, existem alguns fatores de risco que favorecem o surgimento da Presbiopia, são eles:

– Condições de saúde: diabetes, anemia, esclerose múltipla, entre outros, podem acabar aumentando os riscos da presbiopia precoce, ou seja, aquela que ocorre antes dos 40 anos;

– Idade: como se trata de um processo natural de envelhecimento, todas as pessoas apresentarão algum grau de presbiopia até os 50 anos de idade;

– Medicação: remédios como anti-histamínicos, antidepressivos e diuréticos também podem aumentar as chances de que a pessoa desenvolva um quadro de presbiopia precoce.

Outros fatores como dieta não balanceada, ou uma pessoa que já fez alguma cirurgia intraocular também tornam o indivíduo mais suscetível à doença.

Quais os sintomas da presbiopia?

– Visão borrada quando o indivíduo tenta ler algo a uma distância normal;

– Dificuldade para enxergar imagens e letras pequenas;

– Dor de cabeça ou cansaço após leituras ou outras tarefas que exigem a visão de perto;

– Precisar afastar algo para poder ler melhor;

– Necessidade de mais luz quando executa atividades que envolvem a visão de perto;

Como a Presbiopia pode ser diagnosticada?

A doença é diagnosticada através de um exame ocular completo, o qual tem como objetivo testar a acuidade visual do paciente, bem como a sua habilidade de adaptação às mudanças de foco da visão.

Como a Presbiopia pode ser tratada?

Trata-se de um quadro que não tem cura, no entanto, pode ser corrigido através de um tratamento adequado. Para isso, alguns métodos são indicados para amenizar a dificuldade de enxergar de perto, tais como:

– Óculos de grau ou lentes de contato: a forma mais fácil de amenizar os sintomas da presbiopia.  No entanto, para que isso ocorra de forma eficaz, o grau do óculos deve ser receitado pelo seu oftalmologista. Bem como a lente, que funciona da mesma forma que o óculos, a única diferença é que não são aparentes, sendo melhores esteticamente falando.

– Cirurgias: mais especificamente a cirurgia refrativa, onde a técnica Lasik é utilizada para corrigir os erros refrativos e mudar o formato da córnea. No entanto, esse é um procedimento que não possui segurança a longo prazo, pois não corrige o cristalino, e sim a hipermetropia, fazendo alterações apenas na córnea.

One thought on “Entendendo a presbiopia (vista cansada)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.