Existem diversas deficiências de visão, os quais são causadas também pelos mais diversos motivos. No entanto, algumas são mais comuns do que outras, como é o caso dos problemas que serão tratados nesse artigo: astigmatismo, miopia e hipermetropia.

Trata-se de ametropias que podem surgir no bebê logo após o seu nascimento, ou que também podem ter sua causa em lesões, traumas, ou até mesmo em decorrência do processo natural de envelhecimento, no qual afeta o organismo e pelo qual todos nós passaremos. Confira a seguir as diferenças existentes entre astigmatismo, miopia e hipermetropia.

Antes de falarmos sobre as diferenças, vale lembrar que em uma pessoa com visão normal os raios de luz atravessam a córnea, chegam até a retina e transformam-se em um mesmo ponto para então formar uma imagem. O mesmo não acontece com as pessoas que possuem algum problema de visão, confira o porquê:

1 – Astigmatismo: trata-se de um problema que acontece devido à curvatura de forma irregular da córnea. Essa condição faz com que os raios luz acabem não chegando ao mesmo ponto na retina. Dessa forma, as pessoas que sofrem com a condição do astigmatismo possuem sua visão embaralhada, tanto para longe quanto para perto. Pode ser corrigida com o uso de óculos de lentes cilíndricas, cirurgia ou lentes de contato.

 2 – Miopia: é um dos problemas de visão mais recorrentes, e diz respeito ao tamanho do olho, o qual costuma ser maior do que o padrão. Devido a isso, os raios de luz acabam convergindo antes de chegar até a retina, o que faz com que os chamados míopes acabem tendo dificuldades para enxergar de longe. Essa condição pode ser corrigida com o uso de lentes divergentes, de contato ou até mesmo cirurgia.

3 – Hipermetropia: ao contrário do que acontece na miopia, os hipermetropes, pessoas que sofrem com essa condição, possuem um olho menor do que o padrão. Devido a isso, a luz acaba se convergindo logo atrás da retina, o que faz com as pessoas que sofrem de hipermetropia possuam dificuldades para enxergar de perto. No entanto, existe uma boa notícia: o quadro de hipermetropia pode ser amenizado ao longo dos anos. Também pode ser corrigida com o uso de óculos com lentes convergentes, cirurgia ou o uso de lentes de contato.

Essas são as principais diferenças que diferenciam os quadros de astigmatismo, miopia e hipermetropia. Se você achar que está sofrendo com algum desses sintomas, não deixe de consultar um oftalmologista para avaliar de forma séria e segura como está a sua visão. Para cada tipo de problema de visão existe um tipo especial de lente, o qual só pode ser receitado pelo oftalmologista de sua confiança.

Não espere que nenhum desses problemas se agrave para só depois procurar por ajuda médica, pois o quadro pode acabar se complicando. Isso sem falar em sua visão, a qual ficará cada vez mais comprometida.

One thought on “O que é astigmatismo, miopia e hipermetropia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.